Saindo das Enchentes

1
Viajando para Recife com o coração apertado, tou levando minha tia Geraldina para ter uma assistência médica melhor, com profissionais que irão muito me ajudar nessa etapa do sofrimento dela.Tive a ajuda de Alexandre, tio de Henrique que conseguiu uma ambulância do Tribunal. Também estou sendo muito bem ajudada por todas as Focolarinas do movimento de PE. Maravilhosas irmãs em Cristo de tia.
Está difícil conseguir o Homecare para o meu apto.No caso, assistencia médica na residencia,o plano de saúde dela é uma verdadeira decepção. Por ironia do destino, minha tia está sofrende tanto agora por um plano de saúde que era o local de trabalho dela.INSS. 
Lembro que a GEAP antes era maravilhosa,no tempo de minha vó tinha direito a tudo e sempre nos melhores hospitais.Hoje, para se conseguir o direito do Homecare, que tanto ela precisa, é uma verdadeira burocracia. 
Mas eu não desisto nunca e vou até o fim...vou conseguir sim!
Nem sei o que é pior que estou vivendo:minha tia indo embora para outro plano espiritual, ou essas enchentes que como um verdadeiro tsunami, destruiram a minha Palmares.
Estou saindo da casa de meu irmão que nos acolheu da enchente,deixando com as minhas cunhadas, a missão de continuar a tarefa de distribuir os donativos arrecadados para o povo que está sofrendo de fome e sem roupa.Afinal eu fiz nesses 13 dias em que estava aqui, um verdadeiro S.O.S. Plantei a semente da caridade e solidariedade humana e agora cabe a elas continuar a missão.
Cuidar de minha tia , toma quase o meu tempo todo, mas não descansarei e continuarei a conseguir doações em Recife.

1 comentários:

Panmela disse... [Responder Comentário]

Nossa desejo melhora pra sua tia, que tudo corra bem!!!
felicidade beijos!!!