Viver o Ano novo

1
O ANO NOVOO grande barato da vida é olhar para trás e sentir orgulho. É viver cada momento e
construir a felicidade aqui e agora. Claro que a vida prega peças.O bolo não cresce, o pneu fura,
chove demais (Perdemos pessoas que amamos)...Mas, pensa só: Tem graça viver sem rir de gargalhar, pelo menos uma vez ao dia?Tem sentido estragar o dia por causa de uma discussão na ida pro trabalho?Eu quero viver bem... e você?Esse foi um ano cheio. 
Foi cheio de coisas boas, mas também de problemas e desilusões, tristezas, perdas, reencontros.Normal... Às vezes, se espera demais.A grana que não veio, o amigo que decepcionou, o amor que acabou.Normal... o próximo não vai ser diferente.
Muda o século, o milênio muda, mas o homem é cheio de imperfeições, a natureza tem sua personalidade que nem sempre é a que a gente deseja, mas, e aí? Fazer o quê?Acabar com o seu dia? Com seu bom humor? Com sua esperança? 
O que eu desejo para todos nós é sabedoria.
E que todos nós saibamos transformar tudo em uma boa experiência.O nosso desejo não se realizou? Beleza...Não estava na hora, não deveria ser a melhor coisa para esse momento...Me lembro sempre de uma frase que adoro: ("cuidado com seus desejos, eles podem se tornar realidade") Chorar de dor, de solidão, de tristeza, faz parte do ser humano... Mas, se a gente se entende e permite olhar har for diferente.Pode ser muito legal, se entendermos nossas fragilidades e egoísmos e dermos a volta nisso. Somos fracos, mas podemos melhorar. 
Somos egoístas, mas podemos entender o outro. Esse Ano Novo pode ser o bicho, o máximo, maravilhoso, lindo, especial! Depende de mim e de você!!

Por Arnaldo Jabour



1 comentários:

Muriel disse... [Responder Comentário]

Oi lindinha...
Os amigos são como os radares de trânsito, mesmo que você não os veja, sempre estão aí. Feliz Ano Novo!
Bjus no coração..