Mostrando postagens com marcador Infarto. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Infarto. Mostrar todas as postagens

Café e ataque cardíaco

0
Drauzio Varella
Como quase tudo o que dá prazer, a cafeína é um alcalóide que provoca dependência química. Por causa dela, ficamos nervosos. Muitos dizem que não conseguem raciocinar antes do café da manhã, queixam-se de intestino preso sem o cafezinho em determinadas horas, acham impossível fazer reunião de trabalho ou aturar visita em casa sem ele.
Apesar do poder aditivo da cafeína, capaz de nos fazer mendigar por um gole, o cafezinho é liberado em qualquer ambiente. Seu usuário é respeitado, seja o padre da cidade, seja a mãe de família. É a última droga que nos deixaram para usar sem remorsos.
É lógico que uma droga consumida por tantos, dotada da propriedade de provocar dependência, acelerar o coração e excitar o sistema nervoso como a cafeína, seja considerada suspeita de fazer mal para o organismo até que se prove o contrário.
Muitos estudos foram realizados para esclarecer essa questão. Com exceção da azia, dores de estômago e da insônia que o café pode causar em pessoas sensíveis ou quando ingerido em doses mais altas, até hoje a Medicina não conseguiu demonstrar que essa bebida seja nociva à saúde.
A única dúvida que persiste em relação ao cafezinho está relacionada à doença coronariana, a grande responsável pelos ataques cardíacos. Diversos pesquisadores procuraram caracterizar uma possível associação entre consumo de café e prevalência de doença coronariana, mas os resultados obtidos têm sido conflitantes.
A suspeita de que o café possa aumentar o número de infartos do miocárdio foi recentemente reforçada pela demonstração de que tomar café não filtrado (como o café turco, por exemplo) faz aumentar o colesterol total e a fração LDL, conhecida como “mau colesterol”.
Recentemente, a revista Archives of Internal Medicine, uma das mais conceituadas da literatura médica, publicou um artigo de um grupo de pesquisadores finlandeses que é considerado um dos mais completos sobre o tema, pelas seguintes razões:
1) Na Finlândia, o consumo per capita de café está entre os mais altos do mundo;
2) O sistema finlandês de registro das enfermidades que incidem sobre a população é bem organizado e criterioso;
3) A mortalidade por doença cardíaca é muito alta no país, o que permite a obtenção de resultados significantes estatisticamente.
No estudo, foram selecionados ao acaso 20.179 homens e mulheres de 30 a 59 anos. Os dados de cada participante foram colhidos nos anos de 1972, 1977 e 1982. Os pesquisadores incluíram também, no trabalho, informações sobre as doenças do passado, quantidade de café ingerida diariamente e a presença dos fatores de risco para doença coronariana: cigarro, hipertensão, diabetes, níveis de colesterol, vida sedentária, história familiar, etc.
O grupo foi seguido por 10 anos. A evolução de cada pessoa foi obtida por meio de consultas aos registros nacionais de altas hospitalares e de óbitos.
A média diária de xícaras de café na população estudada foi igual a cinco. Os resultados obtidos foram os seguintes:
1) Depois de ajustar os resultados de acordo com idade e fatores de risco, os autores verificaram que a incidência de infartos do miocárdio não fatais nos homens foi a mesma entre os que bebiam café e os abstêmios;
2) Por outro lado, ainda nos homens, os infartos fatais foram mais frequentes entre os abstêmios;
3) Em ambos os sexos, os níveis de colesterol aumentaram com o número de xícaras bebidas por dia. Os autores explicam esse resultado, pela preferência de muitos finlandeses por café não filtrado;
4) Os homens que tomavam mais do que sete xícaras de café por dia, apresentaram índices de mortalidade coronariana ligeiramente superiores aos dos bebedores moderados. Essa tendência foi atribuída aos níveis mais altos de colesterol e maior número de cigarros consumidos por dia, encontrados entre os que tomavam mais café;
5) Nas mulheres, não só a mortalidade por infarto foi mais baixa, mas todas as formas de morte diminuíram com o aumento do consumo de café.
A conclusão é um lenitivo para aqueles cansados dos sacrifícios impostos pelos cuidados necessários para preservar a integridade das coronárias: cortar gordura animal, controlar a pressão, diminuir o estresse, comer pouco, não fumar, beber com moderação e abandonar a vida sedentária. Pelo menos até que outro estudo demonstre o contrário, podemos tomar até cinco cafezinhos por dia, sem culpa nenhuma. Não é pouco.


Siga dicas para parar de fumar

0
Marque uma data
O melhor é parar completamente, de uma vez só, na data escolhida. Parar aos poucos e não cumprir as metas estabelecidas pode fazer com que a pessoa fique ansiosa e passe justamente a fumar mais. Se a opção for a parada gradual, o ideal é reduzir o número de cigarros por dia, fumando menos a cada 24h, mas com um cronograma estabelecido. É possível também adiar a primeira tragada do dia.

Mantenha o cigarro longe

Parece óbvio, mas não é. De acordo com as especialistas, muitas pessoas fumam no "piloto automático", sem estar de fato com muita vontade. Manter cigarro, isqueiro e cinzeiro a uma boa distância ajuda o fumante a não cair na armadilha.

Aguente firme na hora da fissura

A fissura é a vontade intensa de fumar, que dura cerca de cinco minutos. Nessa hora, tente se distrair com alguma coisa, como conversar com um amigo. Ainda não se sabe exatamente o motivo disso, mas beber água gelada, comer frutas a baixas temperaturas ou até chupar um cubo de gelo ajudam o fumante nessa hora. Muita gente também tem sucesso mantendo as mãos ocupadas por elásticos, canetas ou até cenouras cortadas em palito, imitando o formato do cigarro.

Escove os dentes após as refeições

O gosto da comida na boca em geral faz com que as pessoas tenham vontade de fumar após a refeição. A ordem é, em vez de sair para fumar, ir ao banheiro e escovar os dentes.

Evite bebida alcoólica

O álcool faz com que a nicotina seja eliminada de forma mais rápida pelo organismo, o que estimula o fumante a querer repor rapidamente essa perda. Além disso, beber faz as pessoas naturalmente perderem o controle, o que pode fazer com que tenham uma recaída.

Faça exercícios físicos

Caminhar, fazer alongamentos ou outros exercícios faz com que o fumante perceba a possibilidade de entrar em uma vida mais saudável. À medida que o fumo diminui, você vai perceber melhora do fôlego e sentir prazer em se exercitar, o que reduz a vontade de dar uma tragada.

Cuidado com a dieta

Especialistas dizem que é normal ganhar até 2 kg após deixar de fumar, porque o paladar melhora com o fim do tabagismo. Mas isso não é desculpa para exagerar no prato e ficar exposto a outro problema grave de saúde, a obesidade. Não coma mais do que de costume e evite doces e alimentos gordurosos.

Controle a ansiedade

O cigarro acaba funcionando como uma "muleta" que as pessoas usam para lidar com situações emocionais e afetivas. A tarefa é difícil, mas o ideal é controlar a ansiedade e resolver as dificuldades mais racionalmente – mesmo porque o problema vai continuar ali depois que o cigarro acabar.

Dê um presente para si mesmo

Guarde o dinheiro que você gastaria com os maços de cigarro e compre algo bacana para você ou para alguém querido. O aspecto financeiro é um estímulo para quem quer parar de fumar.

Fonte: Silvia Cury, da Sociedade Brasileira de Cardiologia, e Cristina Cantarino, do Inca

Com o coração na mão

3
Estive off do meu blog por uns dias. Juro que até queria ta por aqui contando pra vocês tudinho o que estava acontecendo, mas infelizmente as dores não me deixavam nem pensar direito...
Infecção urinária, cistite e ainda suspeita de cálculo renal não é assim tão fácil. é dor pra caramba..

Parece que tudo conspirava contra mim, pois na sexta a noite eu tive que levar meu marido as pressas para o Hospital, dessa vez agi mais rápido, mas isso não impediu que acontecesse mais um infarto...

Sendo assim está sob cuidados médicos e o que está me deixando mais tensa é o tal do Cateterismo que ele logo fará daqui a algumas horas. Quem quiser que me diga que é uma coisinha simples... é feito pimenta no olhinho do vizinho...


Cateterismo Cardíaco

O que é um cateterismo cardíaco? 

O cateterismo cardíaco é um método diagnóstico invasivo pelo qual avaliamos a presença ou não de entupimentos nas artérias (veias) coronárias secundário às "placas de gordura" além do funcionamento das válvulas e do músculo cardíaco. Para realizá-lo é necessária a introdução de um cateter em um vaso sanguíneo para se chegar ao coração. O cateter pode ser introduzido por uma artéria ou veia a partir da perna (virilha; técnica femoral) ou do braço, ao nível do cotovelo (técnica braquial) ou do punho (técnica radial). A escolha de uma ou outra técnica ficará a critério do operador, tendo sempre em mente o maior conforto e segurança do paciente e irá depender das condições clínicas, do peso, risco de sangramento e números de exames já realizados. 


Fonte:www.ameseucoracao.

Cuidando mais de mim

2
Fui com o marido até o cardiologista dele e aproveitei para fazer um eletrocardiograma. Há dias que estou com uma labirintite terrível, com cefaléia e tudo de ruim...
Minha susrpresa foi saber que minha pressão arterial está oscilando muito e tudo isso consequencia de stressssssssss. No momento de exame, estava 16x10.mas em outros momentos também baixa tanto que fico gelada e tonta=10x7.
 Mais tudo isso tem um nome: preocupação demais com todo mundo! eu sempre cuido dos outros e esqueço sempre de mim...foi o que ouvi do médico!
Então de agora em diante ou eu me poupo, ou vou pro beleléu...

 Sabendo mais um pouco sobre o exame:

O eletrocardiograma é um teste simples que detecta e registra atividade elétrica do coração para localizar problemas cardíacos. Os sinais elétricos fazem o músculo cardíaco contrair à medida que viajam através do coração.
 Quando o coração contrai ele bombeia sangue para o resto do corpo. O eletrocardiograma mostra a rapidez das batidas do coração e seu ritmo. Ele ainda registra a força e ritmo dos sinais elétricos à medida que eles passam por cada parte do coração.

Xô Gordura!

2
Já que hoje é o dia Nacional de combate ao colesterol, que tal começar a diminuir ou quem sabe, tirar de vez essas gordurinhas de nossa mesa?
Batata frita, massas, carnes gordas, leites, sorvetes, manteiga,quem não adora tudo isso?
Começa na infância com os maus hábitos que os pais passam para os filhos. É o que mais a gente ver hoje em dia. Crianças comendo besteira nas refeições,trocando coxinhas e refrigerantes por um pratinho de feijão, arroz, carne, frutas e verduras. É a lei do mais prático, mais fácil, e assim vão acostumando as crianças a comer de maneira errada e perigosa.
O consumo exagerado acarreta em doenças do coração e se não for tratado na infância ou na adolescência, aumenta o risco de a pessoa sofrer um infarto aos 25 ou 30 anos de idade, o que pode ser fatal.

Não bastasse a genética, que é uma herança de diabéticos, hipertensos, cardíacos, que tem em quase toda família, e que ningúem tem como escapar dela.

Então, vamos começar hoje reeducando e mudando nossos hábitos? Troque o lanche por uma salada de frutas, faça um almoço com bastante legumes e verduras, uma carne magra e no jantar uma sopinha de legumes.

Nosso coração agradece!



.

A Dor no Peito é um perigo

4
Muita gente não sabe, mas a dor fina sentida no peito é uma Angina. É importante procurar o cardiologista para tratar esse incômodo, que pode aumentar e causar um infarto.
A angina pectoris é um tipo de dor que o paciente sente no peito, braço ou nuca e que aparece com a realização de esforços ou emoções ou mesmo sem fator provocador aparente. A angina é uma dor que provoca medo, daí o nome angina, que significa medo, angor em latim. É uma dor que costuma deixar o paciente imóvel, assustado e que dura poucos segundos.


A sensação de dor na angina é provocada pela diminuição do sangue que passa pelas artérias que irrigam o músculo cardíaco. Este é um sinal de que pouco sangue está irrigando o coração durante aquele momento, geralmente, durante algum esforço. Se o esforço diminuir ou cessar, a dor pode ceder. Se a pessoa continuar no esforço e a dor persistir pode significar que a angina progrediu para um estágio mais grave da doença, qual seja o infarto do miocárdio.

Existem 3 tipos de dor anginosa:

- Angina estável : É aquela causada pelo esforço físico. A obstrução não é grande o suficiente para causar dor em repouso. A dor dura poucos minutos e alivia alguns minutos após o repouso.

-Angina instável: É aquela que ocorre com mínimos esforços ou mesmo em repouso. A obstrução é grande o suficiente para que o fluxo de sangue seja inferior ao necessário em situações basais.

- Infarto agudo do miocárdio: É a obstrução total do fluxo, causando necrose (morte) do tecido e das células cardíacas que deveriam estar sendo irrigados pela artéria obstruída.

Quanto maior a área do coração privada de sangue, mais extenso é grave é o infarto. Infartos fulminantes são aqueles onde uma artéria importante é obstruída, levando a necrose de uma grande área de músculo cardíaco e como resultado, causando parada cardíaca.
http://www.abcdasaude.com.br/
 

Como acontece um Infarto

1

Infarto do miocárdio é a necrose de uma parte do músculo cardíaco causada pela ausência da irrigação sanguínea que leva nutrientes e oxigênio ao coração. É o resultado de uma série complexa de eventos acumulados ao longo dos anos, mas pode ser caracterizado pela oclusão das artérias coronárias em alimentos;razão de um processo inflamatório associado à aderência de placas de colesterol em suas paredes.


Esses foram os sintomas que Aragão teve:

* Dor fixa no peito, que pode variar de fraca a muito forte, ou sensação de compressão no peito que geralmente dura cerca de trinta minutos;
* Ardor no peito, muitas vezes confundido com azia, que pode ocorrer associado ou não à ingestão de alimentos;
* Ansiedade, agitação e sensação de morte iminente.

Como eu agi:

* Ao perceber que ele tinha dor forte no peito, que descia até o braço; azia e mal estar, corri a tempo de leva-lo para ter atendimento cardiológico emergencial(agradeço a meu irmão Luis Carlos que nos levou até o Hospital)nosso destino era Recife, só que não dava tempo e ficamos na emergência do HDH no Cabo.
* Dei um comprimido de AAS 100mg antes de sair de casa;
*entrei no Hospital pedindo por socorro; (mesmo assim, ainda demoraram no atendimento e só entenderam a gravidade quando gritei que ele estava morrendo)

Fatores de risco e prevenção

* Não há dúvida de que a melhor maneira de evitar o infarto é reduzir a exposição aos fatores de risco: fumo, obesidade, diabetes, hipertensão, níveis altos de colesterol, estresse, vida sedentária e/ou histórico pessoal ou familiar de doenças cardíacas.
* Assumir uma atitude mental confiante e positiva é um passo decisivo para a recuperação dos infartados. É importante deixar claro que pessoas que sobrevivem a um infarto e adotam estilos de vida saudável, em sua maioria, conseguem retornar à vida normal e reassumir suas atividades profissionais

Ainda bem que meu marido está fora de perigo e amanhã já terá alta da UTI.
Deus está no controle e essa nuvem negra está passando!
Agradeço a todos pelo carinho e mensagens de melhoras. Bom saber que a família é o nosso bem maior ...é quando a gente sente a força da união e do amor fraterno! 
 
 Veja como foi o primeiro infarto há dez anos:

Fonte:http://drauziovarella.com.br/doencas-e-sintomas/infarto/

Saindo de um pesadelo

3
Parece que estava advinhando que algo de ruim iria acontecer...
 Eu já estava saindo de casa para ir trabalhar hoje pela manhã, quando Aragão vai chegando da rua e me diz que está com uma dor no peito. Estava vermelho e dizia que também doia o braço e não conseguia respirar direito.
Exatamente como há dez anos quando teve um enfarte. Não pensei duas vezes, liguei para o meu irmão, e pedi para nos levar as pressas para Recife.
Eu sabia que ele estava tendo outro infarto e temia não chegar a tempo ao Hospital. Tanto que ao chegar em Escada a dor aumentou resolvemos ir para o Hospital Dom Helder. Não dava mais tempo de ir mais longe...
Emergência  é tudo igual, pode chegar morrendo que tem que fazer a tal ficha...não naquela hora com ele morrendo com uma dor dilacerando o peito. E exigí o atendimento com um eletro rápido. Me mandavam ter calma, mas eu sabia que cada minuto era decisivo.
Realmente, ele já havia enfartado, e pelo exame havia sido há muitas horas. Corre corre, Cateterismo, Angioplastia, mais um Stent.
Finalmente, o médico chega e me diz que ele está fora de perigo...que foi socorrido à tempo...

No corredor fico lembrando que faz tempo que ele anda teimoso. Esquece de tomar os remédios, come tudo o que não pode e anda fazendo trilhas de bike longas e estafantes...
E o pior, esconde de mim qualquer problema de saúde. Só veio para o Hospital porque sabia que estava muito ruim, a dor falou mais alto...

Estou aliviada, porém como se estivesse saindo de um pesadelo...

Agora é ter calma e esperar.  UTI  é o melhor lugar... pela segunda vez eu passo por essa aflição e sei que
Tudo está no controle!



P. S (pensei tanto em tia Geraldina e pedi ajuda, que Deus me ouviu)

Refrigerante Diet aumenta riscos de infarto?

1
Beber refrigerante dietético pode ser uma boa alternativa para quem não deseja engordar, mas não significa menos perigo à saúde. Um estudo americano sugere que os consumidores frequentes desse tipo de bebida correm um risco maior de sofrer ataque cardíaco e acidente vascular cerebral do que as pessoas que não bebem refrigerante nenhum.
"Se nossos estudos se confirmarem com análises futuras, isto sugeriria que refrigerantes dietéticos pode não ser um substituto ideal para bebidas com açúcar", disse a coordenadora dos estudos, Hannah Gardener, da Escola de Medicina da Universidade de Miami.
(Com agência France-Presse)

Os Cientistas reagem e rebatem pesquisa:

“As descobertas são tão especulativas e preliminares neste ponto que deveriam ser recebidas com extrema cautela. Na verdade, o estudo ainda não foi revisado por cientistas independentes nem publicado num jornal científico”, ponderou a médica Beth Hubrich.


Afinal, ficamos sem saber o que fazer, sabe o melhor mesmo? não tomar refrigerante diet!

Mulheres fumantes

2
No Dia Mundial sem Tabaco, o Instituto Nacional do Câncer (Inca) lançou a uma campanha para alertar as mulheres sobre os danos à saúde causados pelo cigarro. O órgão fez um levantamento em estudos científicos realizados nos últimos anos e destacou que o fumo, aliado a fatores específicos relacionados à vida feminina, pode aumentar em até dez vezes o risco de infartos. Segundo relatório divulgado pelo instituto, mulheres que fumam e usam pílulas anticoncepcionais têm dez vezes mais chances de sofrer ataques cardíacos e embolia pulmonar do que as não-fumantes que usam o mesmo método de controle de natalidade. O risco de doenças do sistema circulatório ainda aumenta 39% e as chances de desenvolver doenças coronarianas, 22%. O medicamento facilita a formação de coágulos e o cigarro obstrui as paredes dos vasos sanguíneos.

Fonte: UOL-Omelhor conteúdo

Sexo é Bom Para o Coração

1



"Posso ter relações sexuais após um diagnóstico de doença cardiovascular? A medicação que tomo mudará meu comportamento na cama? É normal ter medo do sexo depois de um infarto?". O sexual é um dos aspectos que suscita mais dúvidas entre aqueles que já tiveram um problema cardiovascular, mas um pudor mal entendido costuma impedi-los de falar de suas relações amorosas com seu cardiologista e esclarecer dúvidas.
Uma pesquisa revelou que um terço dos homens e 60% das mulheres se abstém de fazer sexo por períodos iguais ou maiores que um ano após sofrerem com um ataque cardíaco.Cardiologistas, no entanto, avisam que morrer durante o sexo por causa da intensidade da relação é coisa de filme. Na vida real isso não é motivo de preocupação – a maioria dos médicos libera seus pacientes para “diversão” assim que eles se sentem bem o suficiente para fazer exercícios moderados.Como conversar com exercícios não é tão embaraçoso quanto conversar sobre sexo, alguns pacientes se intimidam na hora de perguntar ao seu médico se eles podem retomar sua vida sexual. Normalmente, eles precisam ser encorajados explicitamente pelo médico.Se você está em dúvida, converse com seu médico – boa parte dos homens e mulheres analisados na pesquisa declararam que diminuíram a freqüência das relações sexuais por não receberem informações médicas.

Fonte:



Frase do dia:

"Você é o seu sexo. Todo o seu corpo é um órgão sexual, com exceção talvez das clavículas."
( Luis Fernando Veríssimo )



Como evitar um Infarto

0

Meu marido já foi vítima de um infarto de miocárdio.Estava dando aula de Educação Física numa quadra de esportes, sentiu uma forte dor no peito e tontura; suspendeu a aula, pegou uma bicicleta e foi para o hospital SANTA ROSA. Chegando lá foi medicado com uma pressão 22x20 -tava legal , hein? O mais interessante é que o cardiologista de Plantão ministrou lasix e o mandou pra casa com uma receitinha de Diovan 160mg . Resultado: não fosse a minha experiencia na Farmácia, eu hoje estaria viuvinha,porque quando ele chegou em casa rôxo, e com uma dor no peito  agi rápido e o levei para Caruaru.Foi chegando e indo direto para emergência, onde ficou 6 dias até sair do risco de morte.Daí então, foi se recuperando e aboliu de vez o cigarro, que quase o matou.Minha rapidez e determinação o salvou de morte, feito que se seguisse a recomendação médica da minha cidade, morreria rapidinho,minha revolta é que ele quando chegou no Hospital já estava infartando e a negligência médica foi fatal para aumentar a lesão.
Diante disso tudo vai aqui umas dicas legais:


DOZE CONSELHOS PARA TER UM INFARTO FELIZ !!!
Dr. Ernesto Artur - Cardiologista



1. Cuide de seu trabalho antes de tudo.  As necessidades pessoais e familiares são secundárias.

Quando publiquei estes conselhos 'amigos-da-onça' em meu site, recebi uma enxurrada de e-mails, até mesmo do exterior, dizendo que isto lhes serviu de alerta, pois muitos estavam adotando esse tipo de vida inconscientemente. 



2 Trabalhe aos sábados o dia inteiro e, se puder também aos domingos.
3. Se não puder permanecer no escritório à noite, leve trabalho para casa e trabalhe até tarde.
4. Ao invés de dizer não, diga sempre sim a tudo que lhe solicitarem.
5. Procure fazer parte de todas as comissões, comitês, diretorias, conselhos e aceite todos os convites para conferências, seminários, encontros, reuniões, simpósios etc.
6. Não se dê ao luxo de um café da manhã ou uma refeição tranqüila. Pelo contrário, não perca tempo e aproveite o horário das refeições para fechar negócios ou fazer reuniões importantes.
7. Não perca tempo fazendo ginástica, nadando, pescando, jogando bola ou tênis. Afinal, tempo é dinheiro.
8. Nunca tire férias, você não precisa disso. Lembre-se que você é de ferro. (e ferro , enferruja!!. .rs)
9. Centralize todo o trabalho em você, controle e examine tudo para ver se nada está errado.. Delegar é pura bobagem; é tudo com você mesmo.
10. Se sentir que está perdendo o ritmo, o fôlego e pintar aquela dor de estômago, tome logo estimulantes, energéticos e anti-ácidos. Eles vão te deixar tinindo.
11. Se tiver dificuldades em dormir não perca tempo: tome calmantes e sedativos de todos os tipos. Agem rápido e são baratos.
12. E por último, o mais importante: não se permita ter momentos de oração, meditação, audição de uma boa música e reflexão sobre sua vida. Isto é para crédulos e tolos sensíveis.
Repita para si: Eu não perco tempo com bobagens.







OS ATAQUES DE CORAÇÃO





Há outros sintomas de ataques cardíacos, além da dor no braço esquerdo(direito). Há também, como sintomas vulgares, uma dor intensa no queixo, assim como náuseas e suores abundantes.
Pode-se não sentir nunca uma primeira dor no peito, durante um ataque cardíaco. 60% das pessoas que tiveram um ataque cardíaco enquanto dormiam, não se levantaram... Mas a dor no peito, pode acordá-lo dum sono profundo.

Uma nota importante sobre os ataques cardíacos..




Se assim for, dissolva imediatamente duas Aspirinas na boca e engula-as com um bocadinho de água. Ligue para Emergência (193 ou 190) e diga ''ataque cardíaco'' e que tomou 2 Aspirinas. Sente-se  numa cadeira ou sofá e force uma tosse, sim forçar a tosse pois ela fará o coração pegar no tranco; tussa de dois em dois segundos, até chegar o socorro.. NÃO SE DEITE !!!

.